11 de junho de 2007

BRADO!!!


Elevo minhas mãos ...e vou cantar
uma música solta ao vento...!
Quero gritar! dizer o que é amar!!!
meu coração mostrar...
Minha garganta rasgar, com ecos de alegria...!
Com minha mente penetrar...
nas mentes vazias...
Vazias porque não sabem o que é amar...
Vazias porque nunca viram o amor passar!...
Vazias porque não o souberam agarrar...
Vazias porque apenas sabem negar!...
Solto um BRADO de alegria!!!
Por meu coração saber o que é amar!
Também sabe o que é chorar...
Sofrer até sangrar!
Mas que importa isso?
Se é tão belo saber amar.




SOL



6 comentários:

efeneto disse...

[...]vou cantar uma música solta ao vento...!Quero gritar![...]
[...]Sofrer até sangrar!Mas que importa isso? Se é tão belo saber amar.
Quando os brados são expressos com este sentimento de alma algo está a melhorar na mente de quem escreve.
Beijo amigo.

Paulo Mello disse...

Ah, o amor, que belo sentimento! E tu, amiga, o canta com tanta mestria em teus versos, que a alma fica a planar buscando sentir também de forma tão arrebatadora e tão linda. Tua poesia é mui bela, e tua dedicação na escolha de imagens para serem associadas tornam tuas postagens perfeitas.

Fica o abraço e o desejo de uma linda noite de sonhos palpitantes de amor.

Ilda Oliveira disse...

Passei por aqui...através do laço da palavra e do meu coração que segue rotas»»»» e sempre cruza noutros caminhos...de irmãos da palavra. Com carinho deixo este Poema que tem algum tempo. Escrevi-o para um ser ESpecial que faz parte da minha Vida. Espero que Goste.Continue...Voltarei mais vezes...

“ Meu Amor “

Vem...
Sim Tu meu Espirito Infinito...
Sopra o teu grande sopro de Vida
Em meu Ser, Pensar e Sentir.
Vem...
E ocupa o lugar do todo o espaço
Que há em mim.
Me rendo por completo à tua entrada
Suave e bela.
E em teu chegar apego-me deixando tudo...
Tranquilamente fico no que Sou em teu Sentir.
Vem Amor...
Sopra esse grande sopro
Sopro de Criador
Do Sempre...
E abre meu coração
Tornando-o ainda mais teu..
Vem...
Vem e agarra-me.
Porque sempre fui e serei tua
Não importa onde e como . Mas sempre serei...
E nesse prender da minha Alma
Desce bem fundo nela e liberta-me
Para que de novo possa voar até teus braços...
E olhar teus olhos espelho de Alma e Criação.
E assim sendo, encontrar
Paz Infinita de Amor Supremo.
Onde nosso Ser sempre Habitou.
Vem meu Querido...
Espirito de Vida
E Fluí em mim
Satisfaz minha sede de Sentido e Verdade...
Minha Alma te espera como Largo Cálice.
E enche-me da tua Sabedoria Infinita...
Dessa fonte de Criação.
Que em Ti habita
E nessa entrega Plena do Amar-te
O Sentir de um Só acabará sendo de um Todo.
Até que o envolver do momento só possa Ser...
O crescer junto contigo minha Vida .
Até ao fim dos Tempos...

lua prateada disse...

obrigados amigos pela visita e as minhas desculpas por não vos responder com mais frequência mas a vida e acima de tudo o tempo ,por vezes não deixam que nos dediquemos ao que mais valor tem « a AMIZADE »Ao amigo Fernando e Paulo Mello vos agradeço e como sabem ambos vossa poesia soa em minha mente como música solta ao vento ...dá impressão de poder agarrar...Para a amiga Ilda fica aqui o meu agradecimento pela visita e pelo maravilhoso poema,e ,amiga já amaste...sofreste bastante...sei o que isso é e,te copeendo muito bem.Coragem o amor, por mais que quando estamos sofrendo se pense ao contrário ele volta e é sempre bonito e maravilhoso como se fosse a 1ª vez.Não entristeças tua alma amiga!Beijinho para todos com carinho da
SOL

Ilda Oliveira disse...

Cara Amiga " Sol " ... Amei teu nome de apresentação...Sol...simbolo de algo muito Forte ...Força Criadora...Coração do nosso sistema solar...tal como o nosso coração ...cumprem o mesmo objectivo...
Em minha caminhada/vida amiga...
O Amor está, esteve e sempre estará presente em tudo o que realize...sinta...Viva...
Sei que se essa Força - Criadora não habitar em mim...não serei o mesmo ser concerteza...De facto por vezes...doi...mas mesmo assim sempre é mais gratificante ser verdadeira a mim mesma...
Sou Feliz em ser assim cara amiga Sol...
Obrigado pela vesita e pelas palavas carinhosas...
Esse Poema nasceu num momento de um reencontro muito especial....Divino...e demais.
Continue sendo esse Ser Bonito que eu Acredito que é...
Até Breve..pois creio que um dia além deste cruzar de Blog's...cruzaremos por ai...
Bem Haja
Beijo no seu coração

lua prateada disse...

Ilda continua sim! sendo sempre tu mesma,essa pessoa maravilhosa que tenho certeza de que és...Beijinho com carinho da SOL