12 de setembro de 2008

NESTE MUNDO A VAGUEAR...

São tantas as dúvidas
Que em minha mente se juntam...
Quem sou? Que sou? Que quero?
Ao lado do vazio eu passeio...
Com o nada me encontro
Séculos de vida desnorteada...
Vida que não mais tem fim
Que me transporta por aí...
E lá vou eu como saltimbanco...
Que não tem onde ficar....
Não tem um seu lugar...
Apenas por ai vaguear !...
SOL

24 comentários:

Kênia Garcia disse...

Mas jamais há de vaguear por ae sozinha..

Beijos!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Viaja em tua existência...
QUe seja pleno teu vôo!

Beijos e Borboleteios querida Sol!

Multiolhares disse...

Talvez não passamos disso de almas
Vagueando eternamente procurando a
Chama divina, o verdadeiro amor que
Vive na eternidade
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
vagueio
nos séculos
na busca de mim
estou chegando ao fim
sem saber quem sou,
,
marés de esperança,
deixo,
,
///

Carla disse...

Às vezes também me sinto verdadeira saltimbanca
beijos e boa semana

Carla disse...

Às vezes também me sinto verdadeira saltimbanca
beijos e boa semana

Cöllyßry disse...

Olá querida, pois não andamos todos, sentiando o peso da carne, mas tem que ser, o resga-te do passado aqui se faz...Que seja beve esse Teu sentir...

Estou de volta aqui e no olharIndiscreto

Fica bem, beijito terno

O Profeta disse...

Uma réstia de luz no crepúsculo
Uma súplica presa na brisa
Um caminho sem fim
Pela terra da tua lembrança


Convido-te a ver o diadema da Noiva do Mar

Boa semana


Mágico beijo

gotadevidro disse...

Sabes que por vezes também me sinto assim...
Não sei quem sou....

Está muito belo

beijinho de gota

GarçaReal disse...

A vida por vezes leva-nos a viver nesta incerteza, nesta procura , neste não saber o que somos ou queremos....

Muito belo

Bjgrande do Lago em ti

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


É como diz um dos meus poemas...

"não sei por onde vou, sei que não vou por aí"


beijinhosssssssssss

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querida Amiga

Por vezes nos encontramos neste turbilhão de dúvidas, no vemos perdidos...mas sabemos no fundo que temos uma mão amiga estendida para nós restando simplesmente segura-la.
Agradeço sempre teu carinho para com o meu mundo, onde és bem vinda.
Pérolas incandescentes de força e luz dos Anjos.

Eärwen

Marta Vasil disse...

Vale a pena ser-se saltimbanco dentro de nós para nos conhecermos melhor. Acho que é um bom caminho.

Bjs

MV

Vieira Calado disse...

Todos nós fazemos a pergunta: quem sou?
Temo que a resposta mais coerente seja: nada, ou quase nada...
Bjs

O Árabe disse...

... e assim não somos, amiga? É vagueando que na maioria das vezes nos encontramos. :) Boa semana!

rosa dourada/ondina azul disse...

As dúvidas sempre existirão...
mas vamos com confiança !




beijinho,

mundo azul disse...

Todos nós, vez ou outra, paramos para nos questionar sobre a finalidade da vida... Repostas? Não as encontramos...


Gostei daqui!!!

Beijos de luz...

Peter Pan disse...

Doce Amiga de sonho:
Um espectacular poema de grito ao viver. Amar. Vaguear com encanto. Delicia.
Perfeito!
Uma sensibilidade poética admirável, brilhante e terna.
Cintila em tudo o que é lado.
Bela, quando vagueia ao acaso de si e diz, carinhosamente e com uma beleza que transcende a maravilha:
"...Com o nada me encontro
Séculos de vida desnorteada...
Vida que não mais tem fim
Que me transporta por aí..."

Linda. Linda. Linda! (Desculpe!)
Beijinhos de encanto profundo perante um ser humano fantástico.
Magnífico, linda poetisa de encanto.

p.pan

Olhos de mel disse...

Linda Sol! Perguntas que jamais acharemos respostas. Dúvidas que nunca conheceremos a verdade... A vida nos leva e assim somos hoje o que jamais pensamos, ou temos o que não planejamos. Mas tudo faz parte. Tentar caminhar mais leve, soltar as amarras do passado, talvez seja o caminho, mas nem sempre conseguimos.
Beijos

Bandys disse...

Sol, maravilhosa.
As vezes precisamos nos levar menos a serio mesmo...
beijos

Oliver Pickwick disse...

Nada de surpreendente, querida Sol. Quem somos? De onde viemos? E para onde vamos? Estas dúvidas já nasceram com o homem.
No entanto, não dúvida capaz de mascarar a beleza dos seus versos.
Um beijo!

poetaeusou . . . disse...

*
passei por aqui,
vagueando . . .
,
conchinhas
,
*

Dois Rios disse...

Eu ando assim.
Acho que o cinzento do céu, fez chover em mim.

Lindos versos!

Beijos,
Inês

Perla disse...

Saltimbancos do sonho, vagueando pelo infinito azul...
dúvidas, interrogações mas que não falte a esperança no olhar.

Beijinhos