5 de setembro de 2008

NOSSOS SONHOS...

Nas páginas de minha vida
Tenho escrito o que axo certo,
O que se pudesse faria...
Escrevi também...que és belo!
Coração de ouro...
Foste um presente lindo
Foste o meu maior tesouro!...
Também escrevi meus sentimentos...
Tão doídos pela longa estrada percorrida
Lembro nossa vida, nossos sonhos
E...Ah!...
Quanta saudade!!!...
Foi...á tantos e longos anos...
Trinta e tres!...metade de uma vida...perdida
Jogada ao vento...
Jamais será recuperada
Mas ainda hoje...para sempre!...
Te recordarei...e será contigo
Que sempre sonharei
Como a ti jamais amarei!....
Sol


23 comentários:

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

O calendário anuncia mais um dia... Há no peito um sentimento que farfalha, ignorando todas as estações. Na brisa do amanhecer, uma esperança qualquer, que não se despede do olhar, embora todas as impossibilidades acenem nãos e senões.
Em algum lugar dentro de nós, ainda mora um sonho, como se sobrevivesse para escrever outra vez, capítulos de uma história lavrada pela eloqüência da realidade e pelos ditames da razão. Mas, sobretudo, pelos caminhos do amor!!!

Beijos e Borboleteios SOl!

Alice disse...

amar sempre é bom de se viver... e reviver !

bjkasss

Laura disse...

Olá lua linda! O recordar por vezes é o que nos resta, mas ai a gente muda de tempo e de lugar e sente-se feliz por tudo o que na altura, pode alcançar!...Um cadinho de felicidade...também tenho desses momentos de magia...
Beijinho e abraço de carinho, da laura..

Pena disse...

Linda Amiga:
Um poema terno e admirável.
Sentido e que faz pansar.
Quando, adoravelemente, expressa em poesia fantástica;
"...Foste o meu maior tesouro!...
Também escrevi meus sentimentos...
Tão doídos pela longa estrada percorrida
Lembro nossa vida, nossos sonhos
E...Ah!...
Quanta saudade!!!..."

Brilhante.
Lindo. Lindo. Lindo.
Adorei a sua imensa ternura e encanto dirigido a alguém no passado.
Beijinhos amigos.
Com fascínio, respeito e estima.
Adorei!

pena

Marta Vasil disse...

É muito bom escrevermos nas nossas páginas de vida, o que achamos bem e o que achamos mal. Deste confronto nasce muitas vezes um equilíbrio tranquilo.
"...metade de uma vida...perdida jogada ao vento..." Será mesmo que foi jogada ao vento?

Beijinho

MV

rosa dourada/ondina azul disse...

Metade de uma vida perdida, ou ganha a aprender...

Apanha a estrelinha que para ti brilha, lá em cima...


Beijo,

Bandys disse...

Sol,
lindo! Belo!

Quanta saudade!!!...
Foi...á tantos e longos anos...
Trinta e tres!...metade de uma vida...perdida
Jogada ao vento...
Jamais será recuperada


Não acredito que foi jogado ao vento!

Beijos

Carlos disse...

Olá

É lindo quando conseguimos viver sem ódio ou raiva daqueles que um dia fizeram parte das nossas vidas.
E conseguimos recordar com carinho.

Bj

instantes e momentos disse...

voltando para te desejar um belissimo final de semana.
Gosto de vir aqui.
Belo poema,
Maurizio

Brancamar disse...

Gostei do teu cantinho e dos teus poemas tão cheios de saudade...
Um abraço para ti.

gotadevidro disse...

Na vida caminhamos sempre com um mar de recordações.Elas tomam sempre conta de nós mesmo sem querermos.

Muito bonito

beijo

literatura disse...

Olá querida Amiga!
Li a postagem "Os Nossos Sonhos"
É um sentir emocional muito comum a todos nós quando se olha o passado à luz da chama do amor. Mas o passado não é tudo. Pois os dias vão chegando sempre novos e com uma oportunidade de sermos felizes.

Papoila disse...

Querida Lua:
Venho visitar-te regressada de férias. Trgao algumas fotos e presentes para distribuir.
Belo e terno poema de doce recordar.
Beijos

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querida Amiga,

È bom podermos guardar com carinho os sentires do passado...
Belo teu poema!

Pérolas incandescentes de luz e paz.

Eärwen

Vera disse...

Um belo poema de saudade e de amor!

Beijinhos

MEU DOCE AMOR disse...

Um sentir profundo...fica a recordação.

Beijinho doce e vê os meus olhos

elvira carvalho disse...

Aquilo que vivemos nunca é perdido. Se foi feliz deixa uma doce recordação, Se foi mau deixa além da dor, o desalento. Mas uma ou outra sempre nos deixam ensinamentos e nos projectam para o futuro. Na vida, nada se perde, mas muito se transforma. Então que a transformação que se espera lhe traga a felicidade.
Tenha uma boa semana
Um abraço

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
É uma poetisa de sonho.
Concebe com carinho e ternura um deslumbrante sentir.
Adorei! Parabéns sinceros.
beijinho

pena

Oxalá encontre o que ansiosamente deseja, terna amiga de sonho.
Tenho a plena certeza que sim.
Só pode!

Carla disse...

porque é nas páginas da vida que os sentimentos devem ser descritos
beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá minha amiga.
Esqueças o passado e abra a porta do seu novo renascer . Deixe o sol iluminar seus dias e tranque na caixa preta da sua vida os sonhos que foram ruins.
Esqueças esses trinta e tres anos , guarde num baú aonde não se possa abrir mais.
beijos amiga.
voltarei sempre aqui.
Regina Coeli.

te aguardo em meu cantinho.

O Árabe disse...

Belo poema, amiga! Muitas vezes, é nas recordações que encontramos o mais inteenso da vida. Boa semana!

Olhos de mel disse...

Doce Sol! Quem dera pudéssemos escrever só coisas maravilhosas, como essa prosa poética, heim? Infelizmente, os percalços existem e temos que aprender a passar, ainda que eles insistam e reaparecer.

poetaeusou . . . disse...

*
sonhos
tempero da alma,
,
vagas de amizade,
deixo
,
///