19 de novembro de 2009

NÃO É HORA !...


Nas entrelinhas de certas palavras
Um arrepio ...
Que fazes...que dizes...que sentes?...
Onde estás?...para onde foste?...
Não!...não é hora de partir...
Ainda não...
Por mais que seja teu desejo...
Fica em paz, espera...sabes que para lá..
Para junto dela irás, mas ...
Ainda não é tempo de partir.
E quando esse dia chegar
Quando Deus te chamar...
Por ti não!... não vou chorar...
Ficarei feliz
Porque TU estarás enfim feliz....
SOL

26 comentários:

Maria disse...

Saberemos alguma vez quando é 'a hora'?
Um beijo

gaivota disse...

nunca consigo cá entrar... hoje consegui!
coincidência talvez...
passas sempre no meu cantinho, eu tenho-te lido sempre, e comentar, nada...
quando chegar essa hora, sol, logo se vê! mas se quem partir for feliz, pois há que ficar feliz também!
beijinhos

elvira carvalho disse...

Por muito que custe a quem cá fica, sempre chega a nossa hora de partir também, e aí - eu acredito - do reencontro.
Um abraço e bom fim de semana

poetaeusou . . . disse...

*
Não há partidas
quando as raízes
do sentimento
são sólidas . . .
,
conchinhas,
,
*

A Palavra Mágica disse...

Sol,

Acredito que não há partida. Alguém é que dá um passo adiante, mas um dia certamente haverá um reencontro.

Beijos!
Alcides

Fabricante de Sonhos disse...

Nunca sei a hora certa de partir... Só que que essa hora me doi na alma... Sei que essa hora me sufoca, quando chega e me arrasta...

Lindo texto. Tocante. Singelo.

Ótima semana e um grande beijo meu...

O Árabe disse...

Triste, sim... mas muito bonito! :) Bom resto de semana, amiga.

Multiolhares disse...

As partidas são sempre doridas, mas por vezes necessárias
beijinhos

Lilá(s) disse...

Como sempre gostei de passar por aqui.
Bjs

Vento disse...

Isso sim é amor.

Feiticeira disse...

As vezes temos que partir, e não precisa ser um chamado de Deus. O que importa é tempo bom que vivemos juntos, dos prazeres que desfrutamos, da lembrança de bons e gostosos momentos
Podemos sofrer com a partida, mas tempos que estar pronto para ela e não esquecermos o sol irá nascer novamente se assim desejarmos

Ótimo domingo

Beijinhos

Whispers disse...

Nunca partimos, simplesmente o corpo que habitamos é que deixa de ser visível.
Somos pó e em pó ficamos, se olhares para o teu lado vais ver com os teus olhos, tanto pó.mesmo nunca devíamos chorar por aqueles que se vão, eles vão em paz, e paz é o que a alma anda a procura.
Bonito como sempre, escreves com sentimento e muito bem
Mil beijos e desejos de boa semana
Rachel

Brisa disse...

Olá !
Agradeço tua visita,e por gostares.
Estou a fazer o mesmo...vindo aqui conhecer teu cantinho.
Ele é lindo...
Gostei do que li aqui...
"Partir...não é deixar de existir."

Beijo

Bandys disse...

Sol,
Você como sempre escrevendo com a alma.

Vive de tal forma que deixes pegadas luminosas no caminho percorrido, como estrelas apontando o rumo da felicidade e não deixes ninguém afastar-se de ti sem que leve um traço de bondade, ou um sinal de paz da tua vida.

Beijos da sua amiga

tossan® disse...

Ainda estou aqui...Bricadeirinha viu? Entrei na bela poesia. Beijo

GarçaReal disse...

A hora da partida não conhecemos...

Muito lindo teu poema , mas triste e envolvente.

Boa semana linda sol

bjgrande do Lago

Daniel Costa disse...

Lua Prateda

Neste Saltinho a Faro dos meus sonhos, passei por bons momentos de poesia. Há profundide neste sonnho poético me encantou. Todo o blog em si é sonho.

Abraço
Daniel

sonho disse...

As partidas são sempre dolorosas...e nunca estamos preparados para partir...nem deixar partir...
Beijo de um anjo

Lu Nogfer disse...

Sol,

Finalmente venho lhe visitar!Obrigada por sua visita em meu cantinho viu?Bem vinda la!

Pois é...
Partida...
Triste essa palavra nao!?
Mas concordo com todos!É so uma despedida para um reencontro num lugar melhor!E mesmo assim sempre sofremos mas só Deus sabe o momento certo e nos da o conforto da aceitaçao!

Voltarei mais vezes aqui!

Beijos!

Laura disse...

É isso, não há partidas, há apenas o reencontro quando a gente se ama, o reencontro acontece e a felicidade permanece... Uns e outros lá vamos indo,cada um a seu tempo...é a lei da vida.
Beijinhos, muitos, e muita paz..laura

Eduardo Aleixo disse...

Lindo o poema. Obrigado pela sua visita.

Carol Flor disse...

que lindo Luar encontrei por aqui..
beijos e flores

ONG ALERTA disse...

seria belo se fosse como um poema, mas ao partir deixa para trás uma vazio tremendo no coração, não fomos educado para esta despedida é difícil mas se aprende muito, paz.

Feiticeira disse...

Olá

Passando para lhe desejar uma linda semana, bjos

O Profeta disse...

Sopro esta brisa que percorre as cumeeiras
E arrasto comigo este denso e frio nevoeiro
A noite envolve-me em seu escuro manto
Um milhafre soltou um grito derradeiro

O fogo surgiu do nada
A chama da paixão lambeu uma pedinte mão
Que levou o calor tatuado, abrasador a outra
Duas mãos postas, apontam ao divino uma oração

Na calada da noite despertam os sons
Mil olhos são estrelas na terra
O feitiço da Lua envolve os amantes
O amor tem como pano de fundo doce quimera

Voa comigo no feitiço do vento


Mágico beijo

UIFPW08 disse...

Feliz Natal
Maurizio