4 de março de 2010

TEMPESTADE...

A luz dos relâmpagos iluminam meu sêr
escondido pelo breu da noite
em meu terraço...
O estrondo do trovão é forte
Estremeço!...
O vento bate em meu rosto...
meus cabelos soltos e emaranhados
voam ao seu sabor.
A tempestade, não se aquieta...
também não se perturba com minha presença
...também não me perturbo com ela...
apenas olho o seu poder...
...sua força...
SOL

24 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Sol,

Quando temos a força da tempestade ninguém nos detém. Somos capazes de estremecer corações para buscarmos nossa calmaria.

Beijos!
Alcides

UIFPW08 disse...

lindo poema complimenti
Marizio

Sonhadora disse...

Lindo poema...muito profundo.
Adorei.

beijinhos
Sonhadora

Pena disse...

O seu gigante talento é inesgotável. Parabéns.
É Lindo o que escreve.
Sabe, todos os dias me sento na mesma cadeira. Todos os dias olho os mesmos livros. Todos os dias penso o que faço aqui?
Só sei que olho. Sinto. Penso. Sou.


Choro. Rio. Emociono-me. Entrego a minha Alma sonhadora. Irreal ou Real. Sei lá?
Poderia fazer outras coisas. Poderia deixar de me sentar, de me comover, de me sentir e de me ser.
Todos os dias toco, aprazivelmente, as mesmas pessoas. Aprendo com elas. Revejo-me nelas. Entendo-as ou penso que as entendo. Se calhar não as entendo? Nada mesmo. “Visto” uma “capa de sentimento” de fazer por entender o Mundo que me envolve e delícia.
Beijinhos amigos de uma amizade sincera.

Com respeito.


pena


Espero que me entenda, sim?
Hoje, o desabafo é meu, sim?

Lilá(s) disse...

Que saudades eu tinha deste espaço, perdi o endereço e só agora o consegui com a tua visita, obrigada
Bjs

Pérola disse...

Bom dia minha bela.
Vim te agradecer a visita e visitar o seu cantinho.
Eu li o seu poema,forte e absoluto.
Gostei muito.
Voltarei mais vezes para apreciar tudo com calma.
Um dia lindo para ti.
Beijos mil.

Vieira Calado disse...

O cosmos tem o seu programa.
É indiferente aos nossos anseios, lágrimas ou alegrias.

E nós também temos de seguir o nosso programa,

como diz.

Beijoca

UIFPW08 disse...

Querida Sol
vêm com seus beijos ao luar
que parecem vir de uma flor da primavera de sorrisos e alegria
beijos meus
Morris

Maria Valadas disse...

Encontrei- te querida Sol,

Peço desculpa, mas estive um tempo sem comentar por motivos pessoais ligados à saude. Mas já está tudo bem e eis-me aqui de novo para me deliciar com os teus poemas,

Mais uma vez, delicie-me com o teu versejar!

Boa semana... e uma flor neste dia teu e meu.

Beijinhos da

Maria Valadas

Daniel Costa disse...

Lua Prateada

Um poema se sonho, sem dúvida, na sua essência, pode parecer mais pesadelo.
Daniel

Fa menor disse...

Forças da natureza que, por vezes, sabe bem contemplar.

Bjinhos

Amaral disse...

Tempestade...
Aquilo que nos perturba e, também, aquilo que nos deslumbra...
A força, a presença, o sentido consciente da nossa existência...

Silvana Nunes .'. disse...

Boa noite.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... passando para dar os parabéns pelo dia de hoje.
Saudações Florestais !

EDUARDO POISL disse...

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios... Por isso, cante, ria, dance, chore e viva intensamente cada momento de sua vida, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos..."
Charles Chaplin

Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
Abraços

Eduardo Aleixo disse...

Poema simples e belo. A sua grandeza está na sua simplicidade. Beijinhos.

Multiolhares disse...

Quantas vezes nos parecemos com o cosmos, esta dito que somos um microcosmos dentro do macro-cosmos,
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
se as forças da Natureza
nunca ninguém as venceu,
como escreveu o poeta,
vencido fiquei,
com as tuas palavras !
,
conchinhas, deixo,
,
*

Maria Valadas disse...

Querida Sol,

Vim reler o ter Grandioso poema... que me fascinou.

E Desejar-te um bopm fim de semana.

Beijos.

Olhos de mel disse...

Minha querida amiga: Muito feliz em saber de você. Aos poucos a vida se acomoda e dentro de mim, se renova. Foi um período difícil, mas faz parte da caminhada.
Lindo seu poema! Esses cabelos soltos, emaranhados, representam a sua liberdade. Aproveite-a e viva a sua plenitude...
Deus lhe faça feliz! Bom fim de semana! Beijos

Nilson Barcelli disse...

A tempestade é inflexível... cabe-nos contorná-la e esperar que dê lugar à bonança... Mas está a chegar a Primavera...
Belo poema, querida Sol.
Um beijo.

maresia_mar disse...

LINDO POEMA....

e tu? lembraste-te de abrir a janela da vida?
Bjhs

O Árabe disse...

A força do Universo. A mesma que existe em nós! ;) Boa semana.

Luiz Caio disse...

Oi Sol! Como vai?

Vim matar um pouco da saudade que sinto de você... Nossa, já muito tempo que eu não vinha aqui!

Está tudo muito bonito!

TENHA UMA LINDA TARDE!

BEIJOSSS

Laura disse...

E, fomos andando até nos perdermos, voltei ao meu blogue de 2008 e lembrei de ti. Vim deixar aquele abraço, laura