30 de outubro de 2010

NOITES DE OUTONO..



Chove lá fora, uma chuva miúda e outonal
Um frio húmido no céu escuro e nublado.
O vento perdido quer penetrar pelas frestas
Mas, a lareira acesa em seu fogo natural
Faz o ambiente íntimo e amoroso.


Ao fundo uma música lenta e sentimental
Tocada pelo meu amor...
Duas taças de cristal e um champanhe delicioso.
Tapetes macios espalhados no chão
E com meus braços te envolvo te beijo com fervor...

SOL

13 comentários:

acácia rubra disse...

São estas noites que nos embalam no sonho.

Beijo

Sonhadora disse...

Minha querida

São essas noites que embalam a vida
Lindo teu poema, adorei.

Beijinhos com acrinho
Sonhadora

rouxinol de Bernardim disse...

Requinte, bom gosto... sirvam-se...

gaivota disse...

noites de outono, e uma lareira...
é tempo disto, castanhas assadas e água pé!
beijinhos

manuel marques disse...

É à noite que é belo acreditar na Luz ...

Beijo.

A Palavra Mágica disse...

Sol,

Para que mais?

Beijos!
Alcides

sonho disse...

Noites frias...mas com sentimentos bem quentes...
Beijo d'anjo

UIFPW08 disse...

Suas palavras são um sonho,
entre o frio eo calor no meio há sempre amor.
Bejios
Morris

Obgrigado pe la visita,
em breve.

Laura disse...

Mas que ganda serão!... mas que bela melodia escrita.

Beijinho da laura

Multiolhares disse...

palavras mágicas, ambiente magico, para a magia do amor
beijinhos

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Sol.

Friozinho, lareira, música, champanhe e muito amor.

Delícia!!!! :-)

************

"É por casualidade que nós nos encontramos,
mas através de escolha que nós ficamos amigos."

Autor Desconhecido





BOM FIM DE SEMANA PARA VOCÊ!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

poetaeusou . . . disse...

*
chove lá fora,
cristalinas bátegas,
abençoando o teu amor !
,
conchinhas,
,
*

Vieira Calado disse...

Comecei mesmo agora a ouvir
o concerto nº1 do Bruch
não sei se é assim que se escreve).
Só falta o resto...

Beijinhos