27 de maio de 2011

SEUS TRAÇOS...

Traços belos...cara bonita...
Ao som envolvente da música dança...
Luzes incândescentes...
... beijam aquele rosto belo
Mas tão marcado pelos traços da vida...
Rugas, que os anos foram deixando
E toda sua vida marcando
Contudo continua belo e...
Seu corpo e espírito sempre dançando...


SOL

6 comentários:

Daniel Costa disse...

Lua Prateada

O reencontro, para mim foi um prazer, desde o meu primitivo blog, de há três anos não havia contactos. Se bem me lembro, não haverá muito tempo que te deixei comentário.
O teu Soneto está óptimo, assim como são maravilhosas as fotos a Ilustrar.
Podes votar várias vezes / dia. A "comissão" agradece.
Passa sempre!...
Beijos

elvira carvalho disse...

Gostei do conjunto. Poema e imagem "casam" na perfeição.
Um abraço e bom fim de semana

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O espírito
ao contrário
do corpo,
se torna
mais lindo
a cada dia.

Cabe a cada um
cuidar com carinho dele,
para que esta beleza
se faça
de modo pleno.

Que as estrelas
sempre brilhem em teu olhar.

Smareis disse...

Doce palavras que enfeitam esse lindo poema. Parabéns! Li, gostei e voltarei mais vezes. Um abraço!

Emoções disse...

Poetas, não se intitulam apenas poetas...
São seres estranhos, diferentes.
Possuidores de melancolia pungente
Nascem com o dom das palavras

A maldição do sentir extremado
Do sofrer demasiado
Do viver o sonho de amor
Com lancinante e extrema dor

Não sabem amar suave e sereno
Amam com todo o âmago, ao extremo.
Dedicam-se assim, por dias, noites,
Meses e anos sem fim

Mas como a vida é feita de escolhas
E na indiferença, na troca, sentem o desamor,
Mesmo compondo os mais belos versos
Inspirados que estão em seu espírito sofredor

Optam por parar de querer,
O que jamais poderão ter.
E como suas almas são predestinadas,
A escrever, escrever e mais nada,

Buscam nova inspiração,
Novas rimas, outra canção.
O poder do amor, um novo alguém,
Uma nova jornada!

Pastelaria Editora disse...

quando se apaga a luz....

gostei
TMQ