21 de agosto de 2011

SEI QUE TE AMO...

No âmago de meu ser
No mais profundo do meu EU...

te senti...e coração pulsando...

te busquei e não te vi...

Acenaste...!!!

Para teus braços corri...

Depois...depois...

Entre murmúrios de confusões

Vagamente recordo dois seres (tu, eu)

numa praia deserta pela multidão humana.

Contudo... são vagas...meras recordações

Não lembro...

Mas sei que...o amor nasceu ali...

Onde....? como...? porque...?

São perguntas ás quais não sei responder...

E...acaso o amor tem explicação?...

Não...! nunca teve...mas que importa...

...sei que

TE AMO...!!!


SOL

5 comentários:

Rô... disse...

oi minha amiga,

e só o que importa,
é o que realmente é
importante:
o amor que sentimos...
muito lindo!!

beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

O amor não se explica...sente-se apenas.

Deixo um beijinho
Sonhadora

UIFPW08 disse...

Linda..lindissima.

beijos meus

Morris

Pena disse...

Preciosa e Valiosa Poetiza Amiga:
"...Mas sei que...o amor nasceu ali...
Onde....? como...? porque...?
São perguntas ás quais não sei responder...
E...acaso o amor tem explicação?...
Não...! nunca teve...mas que importa...
...sei que
TE AMO...!!!..."

Que delicia de poema fabuloso.
Às vezes, o amor é assim, mesmo com a certeza dele existente em nós.
Os seus versos são do fundo do seu ser. Do seu sentir com o seu coração lindo e perfeito.
Parabéns sinceros, mágica poetiza de sonho.
Beijinhos na mais pura amizade.
Bem-Haja, ao seu talento poético e literário fantásticos.
Com respeito por si e pelo seu talento gigantesco.
Sempre a admirar o seu brilhantismo doce e a beleza como escreve.

pena

Linda. Adorei.

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Espero que esteja a usufruir dum bom tempo de férias!

Saudações poéticas!