4 de dezembro de 2012

LUA e MAR...

 Ó lua...quantas vezes...quantas...?
...ungindo os montes de um clarão bendito
tu que vestes de branco árvores e plantas
...tiras o crepe ás rochas de granito...
Além de traz das serras te levantas
e...descrevendo a curva do infinito
replandeces nas águas do mar
banhas de luz com esse teu rosto humano
todos os humanos que ali passam a noite a pescar
...os que vivem no Oceano
Também os que para ali vão a namorar...
SOL

3 comentários:

Profundo Olhar disse...

Bonito...bijinhos

GarçaReal disse...


Muito belo o teu poema. Gostei imenso.

Vim também desejar-te um Feliz Natal e que o Novo Ano te traga muita saúde, paz, amor e esperança.

Boas Festas


Bjgrande do Lago

Ana Oliveira disse...



Festas Felizes Lua.

Um beijo