14 de fevereiro de 2016

DIA DOS NAMORADOS....SEMPRE SÓ...

Como qualquer outro dia...
Como em qualquer outro ano...
Continuo só...balançando em meu próprio coração....
Ele me diz para amar...
Para com meu sofrimento acabar
para com minhas mãos teus cabelos afagar
...com meus lábios nos teus, beijos dar...
Ele me diz para ir e não voltar...
...e em teus braços poder me enroscar...
Ele me diz que é tempo...
...tempo de ser feliz na terra no mar...
Ele me diz cansado de só estar...
Levemente eu o afago com meu amor dentro de mim...
...eu me aconchego nele...somos só nós dois eu e ele...
Assim aprendemos a viver apenas um com o outro...
Quem sabe um dia num ano qualquer, alguém virá nos buscar....

Cidália Sousa = SOL


4 comentários:

maresia_mar disse...

Quem sabe um dia...

Jaime Portela disse...

É preciso aprender a viver a cada dia que passa...
Belo poema, gostei imenso.
Bom resto de semana, querida amiga Cidália.
Beijo.

luar perdido disse...

Trilhamos o caminho na solidão dos dias, de mãos dadas com o nosso coração, apenas e só os 2. Um dia....Quem sabe um dia...
Beijo de luar tecido

Eduardo Aleixo disse...

Poema belo cantante doce de coração aberto ao amor.
Gostei muito