20 de outubro de 2016

Olhar suspenso...

Olhar suspenso, no longínquo vácuo do além...
Olhar marcado, cansado...
Dor no peito que não passa apesar dos anos...
Relembro...tu a praia a lua... nós
E...de tudo o que relembro nada foi... tudo se esvoaçou...
...as recordações ficaram marcadas em meu peito...
Umas boas outras nem por isso mas....
As boas são as que trago guardadas em meu peito...
...quando relembro fico...parada olhar vazio...

Cidália Sousa = SOL

3 comentários:

UIFPW08 disse...

Linda foto..
Morris

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

E enquanto de olha,reflete-se...

Beijinho doce

Jaime Portela disse...

Gostei imenso do teu poema.
É magnífico.
Também gostei da foto. Perfeita para o poema.
Cidália, querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijo.